Bahiatursa quer transformar o São João da Bahia em festa nacional Vai Bahia

sábado, 3 de fevereiro de 2018

Maior competição nacional de canoa havaiana em longa distância e sem revezamento, o II Desafio Yacht Salvador - Morro de São Paulo será realizado neste sábado (3). Cerca de 200 atletas da Bahia e de mais 10 estados, como Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul e Ceará, participam do evento, que tem apoio da Secretaria do Turismo do Estado (Setur).

Os competidores iniciarão a travessia da Baía de Todos-os-Santos às 7h, quando será dada a largada da prova, no Yacht Clube. Depois, o trajeto seguirá por mar aberto até a chegada ao arquipélago de Tinharé, onde está localizada a ilha de Morro de São Paulo.

O percurso de 60 quilômetros deve ser realizado em 6 horas e meia. A recepção dos participantes será realizada na Terceira Praia. A solenidade de premiação está prevista para 17h30, seguida pelo show da banda Diamba.

De acordo com a coordenação do II Desafio Yacht, atletas, familiares, amigos e equipes técnicas devem permanecer em Morro de São Paulo durante pelo menos três dias para desfrutar os atrativos da ilha.

Morro de São Paulo - Localidade turística do município de Cairu, na Costa do Dendê, Morro de São Paulo é dos destaques do turismo na Bahia. Além das belezas naturais e praias agradáveis, a ilha tem no turismo histórico-cultural um importante atrativo. Ícone do local, a Fortaleza do Morro de São Paulo foi restaurada e reaberta para acesso ao público no último dia 20 de janeiro.

Tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde 1938, o monumento, datado do século XVII, foi edificado para evitar aproximação de embarcações inimigas, durante o período do Brasil Colônia.

Repórter: Ana Paula Cabral - setur.ba.gov.br
Festejada durante toda esta sexta-feira (2) com alvorada de fogos, doação de presentes e oferendas, a rainha das águas - Iemanjá - atrai devotos, baianos e turistas ao bairro do Rio Vermelho, em Salvador. Um roteiro festivo que se divide entre o espiritual e o profano faz a alegria de milhares de pessoas.

O movimento começou bem cedo, às 5h30, quando se formava fila de devotos conduzindo os presentes que, logo mais, após 15h, serão juntos conduzidos ao mar, num ritual que se repete há quase um século. De acordo com historiadores, a festa existe desde 1923.

Os principais hotéis do bairro estão cheios de turistas que vieram conhecer ou rever esta que é uma das principais manifestações com origem nas religiões de matriz africana, na capital da Bahia. O casal Sidney Coelho e Mônica Gonnet veio de Santa Catarina para conhecer a cidade e a festa. “Já sabíamos da fama da festa e estamos achando maravilhosa”, disse Mônica.

O casal de advogados Carlos Neto e Carolina Rocha veio de Fortaleza só para participar das comemorações à deusa do mar. “Acho impressionante estar neste espaço, na mesma energia das pessoas”, afirmou Neto, que, assim como a esposa, é iniciado em religião de matriz africana. “Vou voltar para casa mais apaixonada pela Bahia”, disse Carolina. “Nos casamos recentemente e viemos pedir para que a gente tenha uma vida feliz juntos”, revelou.

Havia também uma boa presença de estrangeiros entre a multidão. A estudante Lena Rothe, de 22 anos, veio sozinha de Dresden, Alemanha, para conhecer Salvador e a festa de Iemanjá. Na fila para entregar uma flor, ao lado de um amigo baiano, estava achando a festa “maravilhosa, surpreendente”.

Já o músico Franck Soube, de Bordeaux, França, é tão fascinado pela festa que participava dela pela 17ª vez. “Gosto de vir pela manhã, porque é mais espiritual. À tarde é outra festa, mais profana, mas eu gosto também”, afirmou. Pesquisador de ritmos baianos, ele está lançando o CD “Os Deuses Dançam”, no qual mostra seu olhar francês para a ancestralidade do Candomblé. Soube que ficará também para o Carnaval, quando desfilará com o afoxé Os Filhos de Korin Efan.

As cores branca e azul, correspondentes à deusa do mar, predominam nas vestes dos transeuntes do Rio Vermelho no dia de Iemanjá. Nas ruas e praças, artistas realizam performances, e blocos de ativistas desfilam, sempre em nome da rainha das águas.

Treinamento

Registros das celebrações à Rainha do Mar na Bahia datam de 1923, depois que pescadores, inconformados com um período de pouca fartura no mar, jogaram presentes nas águas para que a orixá revertesse a situação. Depois disso, a pesca foi abundante. A festa é organizada pela Colônia de Pesca do Rio Vermelho. No início da semana, seus integrantes, junto a pescadores de Itapuã, foram treinados para atender os turistas com qualidade pela equipe do ProqualiSetur, da Secretaria do Turismo do Estado da Bahia.

Repórter: Eduardo Bastos

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Restauração da Fortaleza de Morro de S. Paulo incrementa o turismo cultural

Com a presença do governador Rui Costa, a obra de restauração da Fortaleza de Morro de São Paulo, foi entregue à comunidade neste sábado (dia 20). A apresentação de grupos folclóricos animou a cerimônia em que o governador também foi homenageado com título de cidadão de Cairu.

Foram investidos R$ 14,4 milhões na restauração que ficou sob a responsabilidade do Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul (Ides), com o apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), do Governo da Bahia - por meio da Secretaria do Turismo e Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) -, assim como do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e empresários locais.

"A preservação de um dos mais importantes monumentos da História da Bahia representa o êxito de uma ampla parceira e a vitória da comunidade que muito contribuiu para a concretização do projeto", afirmou o secretário do Turismo da Bahia, José Alves.

Turismo Cultural

O monumento restaurado contribui para o incremento do turismo cultural nesse importante destino de sol e mar, visitado por 300 mil turistas/ano, disse o secretário. "Além de melhorar a nossa competitividade, vale destacar que toda a obra teve base em princípios sustentáveis. À preservação do patrimônio e do meio-ambiente somam-se ações para qualificação profissional e oferta de serviços turísticos de elevado padrão de qualidade", resumiu.

O processo de restauro foi minucioso, com o objetivo de preservar a identidade do patrimônio datado do século XVII. A primeira etapa da obra contemplou a recuperação emergencial da muralha. Na etapa seguinte, foi feita a restauração do Corpo da Guarda e do Forte da Ponta. O espaço será usado como museu, terá exposições, espetáculos teatrais e eventos diversos.

Repórter: Lenilde Pacheco setur.ba.gov.br Fotos: Tatiana Azeviche

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

A singularidade da mais importante festa religiosa da Bahia, realizada desde o século XVIII, a Lavagem do Bonfim mais uma vez atraiu centenas de milhares de fiéis, baianos e turistas à Cidade Baixa, em Salvador, na manhã desta quinta-feira (dia 11). "Trata-se do grande destaque do ciclo de festas", saudou o secretário do Turismo da Bahia, José Alves. "Mobiliza os baianos e conquista turistas movidos pela fé ou interesse em melhor conhecer essa manifestação que congrega as matrizes religiosas católica e afrobrasileira".

Integrante da comitiva do governador Rui Costa, o secretário José Alves acompanhou o ato ecumênico realizado em frente à Igreja da Conceição da Praia. Logo após, seguiu em caminhada de 8 Km até a Basílica do Senhor do Bonfim.

Reconhecida como Patrimônio Imaterial do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a festa acontece no momento em que é expressiva a presença dos visitantes na capital baiana e elevadas as taxas de ocupação hoteleira. "A Lavagem do Bonfim é um relevante atrativo a mais. Demonstra a importância do turismo religioso na Bahia, razão pela qual ganha ênfase durante as ações promocionais realizadas, durante o ano inteiro, pela Setur/Bahiatursa, no Brasil e no exterior". 

Repórter: Lenilde Pacheco setur.ba.gov.br

domingo, 31 de dezembro de 2017

Festival Virada Salvador ainda terá shows gratuitos do Ilê, Bell, Jorge e Mateus, Marília Mendonça, Alok e Psirico. Festa acontece na Arena Daniela Mercury, na orla da Boca do Rio.

A tão esperada noite da virada na Arena Daniela Mercury, montada na orla da Boca do Rio, em Salvador, vai receber, neste domingo (31), shows gratuitos do Ilê Aiyê, Amanda Santiago, Bell Marques, Jorge e Mateus, Ivete Sangalo, Marília Mendonça, DJ Alok e Psirico.
Comandando a contagem regressiva para a virada do ano pela terceira vez,
Este será o último show de Ivete antes da parada para acompanhar os últimos meses de gravidez e nascimento das gêmeas.
Acho que esse Réveillon vai ser um dos mais especiais, pois vou estar na minha cidade com minha família, amigos e fãs. E isso não tem preço. Vai ser massa e eu estou preparadíssima para fazer um show bem lindo”, declarou Ivete.
O local do festival é fechado e os portões abrem às 15h neste domingo.
O público que acompanhar a virada do ano do Festival Virada Salvador vai conferir também os 15 minutos do show piromusical para receber 2018.
O público esperado para a noite da virada é de 700 mil pessoas, 30% a mais que no último ano.

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Confira o que funciona em Salvador no feriado do dia 8 de dezembro

Nesta sexta-feira, 8, é celebrado o dia de Nossa Senhora da Conceição da Praia, a padroeira da Bahia. Por conta disso, alguns estabelecimentos comerciais, bancos e órgãos públicos da capital baiana irão funcionar em horários especiais. Confira!
| Shoppings |
Shopping Paralela: as lojas, praça de alimentação e áreas de lazer irão funcionar normalmente das 9h às 22h. O SAC estará fechado. Já o cinema irá funcionar de acordo com o horário das sessões.
Shopping da Bahia: funcionará normalmente, das 9h às 22h. O espaço de lazer Noelândia ficará aberto das 10h às 20h30 e academia Bodytech abrirá das 9h às 14h.
Shopping Center Lapa: funcionará em esquema especial, das 9h até às 20h.
Shopping Barra: lojas e praça de alimentação abrirão de 9h às 22h. O restaurante Barra Gourmet irá funcionar das 12h às 23h. O SAC estará fechado e o cinema funcionará normalmente.
Shopping Salvador: funcionará normalmente, das 9h às 22h.
Shopping Bela Vista: as lojas, praça de alimentação e espaços de lazer funcionarão normalmente, das 9h às 22h. Já a academia Alpha Fitness abrirá em horário especial, das 9h às 13h, e o SAC estará fechado. As salas de cinemas funcionarão de acordo com o horário das sessões.
Outlet Premium: as lojas e a praça de alimentação irão funcionar das 9h às 22h.
Salvador Norte Shopping: irá funcionar no horário normal, das 9h às 22h.
Shopping Cajazeiras: as lojas irão funcionar das 13h às 21h. A praça de alimentação abrirá das 12h às 21h. Já as salas de cinema funcionarão de acordo com a programação dos filmes no Cineinsite.
Shopping Itaigara: funcionará normalmente, das 9h às 21h.
Pituba Parque Center: não irá funcionar.
Shopping Piedade: abrirá das 9h às 18h.
| Lazer |
Cinema: veja a programação de filmes no Cineinsite.
Zoológico: funcionará normalmente das 8h30 às 17h.
Museu da Misericórdia: abrirá das 13h às 17h.
Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM): não funciona. 
Mercado Modelo: abrirá das 9h às 14h. Os restaurantes funcionarão até as 16h.
| Supermercados e Lojas |
Bompreço, Hiper Bompreço e Walmart (antigo Hiper): funcionarão das 7h às 22h, exceto as unidades localizadas em shoppings centers, que vão seguir o horário de funcionamento de cada estabelecimento.
Perini: as unidades da Graça, Vasco da Gama e Barra abrem das 6h30 às 20h. Já a unidade da Pituba abrirá das 6h30 às 21h. Os demais espaços da rede seguem os horários dos respectivos shoppings. 
Sam´s Club: irá funcionar das 8h às 18h.
Maxxi Atacado: funcionará das 7h às 18h.
Todo Dia: as lojas funcionarão das 8h às 16h.
GBarbosa: todas as lojas funcionarão normalmente, nos seus respectivos horários. 
Mercantil Rodrigues: as lojas da Calçada, Ogunjá e Pirajá irão funcionar das 7h às 18h.
Atakadão Atakarejo: as unidades do Iguatemi, Boca do Rio, Caminho de Areia, Cabula, Piatã e Amaralina funcionarão das 7h às 20h. A de Lauro de Freitas, das 7h às 23h e da Calçada, das 7h às 18h. 
Ferreira Costa: ainda não divulgou.
Assaí: as lojas da Calçada e de Paripe ficarão abertas de 7h às 18h.
Extra: o Paralela funciona 24h. Já as lojas da Vasco e Rótula, abrirão das 7h às 22h.
Pão de Açucar: a unidade do Costa Azul funcionará das 7h às 21h. A do Shopping da Bahia irá abrir das 12h às 21h.
Mercado do Rio Vermelho: os boxes estarão abertos das 7h às 14h. Já a praça de alimentação funcionará das 7h às 17h.
Lojas Casas Bahia: todas as unidades funcionarão até às 14h, exceto as dos shoppings centers que irão abrir de acordo com o horário dos centros comerciais.
| Serviços |
Simm / SineBahia: não funciona.
Salvador Card: os postos das estações Pirajá, Mussurunga e Acesso Norte funcionarão em horário especial, das 6h às 18h. Já os postos do Comércio, Lapa e Cajazeiras não irão funcionar, retomando as atividades apenas na segunda. Somente o posto da Lapa funcionará no sábado, 9, das 7h às 18h, mas fecha novamente no domingo, 10. Os postos terceirizados instalados nos principais shopping da cidade obedecem à programação de cada centro comercial.  
SAC: as unidades da rede SAC estarão fechadas.
Correios: todas as agências próprias e terceirizadas dos Correios localizadas em Salvador e Simões Filho estarão fechadas.
Comércio: não divulgou.
Hemoba: não funciona.
Escolas públicas: as unidades escolares da capital baiana não funcionarão. 
Atarde.uol.com.br

domingo, 12 de novembro de 2017

A expectativa de atrair cerca de 5,6 milhões de turistas brasileiros e estrangeiros durante a próxima temporada de verão foi um dos assuntos abordados pelo secretário do Turismo da Bahia, José Alves, na manhã desta sexta-feira (10), durante o programa Alô Excelsior, do apresentador Josenel Barreto. "Estamos preparados para receber bem os visitantes".

O secretário falou sobre a estimativa bastante favorável para a próxima temporada de verão, baseada numa série de fatores (promoção da Bahia, oferta de uma rede hoteleira e serviços qualificados, segurança e infraestrutura, dentre outros). O fluxo previsto de visitantes representa incremento de 8,4% em relação à temporada anterior.

A regata Jacques Vabre foi outro item da entrevista na Rádio Excelsior FM. O secretário informou aos ouvintes que os barcos partiram da cidade de Le Havre, na França, no último domingo (5) e têm previsão de chegada a Salvador a partir do dia 12. A regata trará cerca de 400 pessoas à capital baiana, incluindo 60 jornalistas da Europa. “É uma vitrine perfeita para divulgação da Bahia e de nossas zonas turísticas”, resumiu.

Repórter: Lenilde Pacheco

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Até o dia 12 de novembro, os turistas que estiverem em Salvador podem percorrer um roteiro turístico-gastronômico que permite saborear pratos de temperos diversos nos mais aprazíveis pontos da cidade.  Com mais de 60 estabelecimentos catalogados, a 11ª edição da Salvador Restaurant Week é uma forma prática de  conhecer o sabor da Bahia circulando, ao mesmo tempo, pelos principais bairros e cartões-postais da capital.

Nesta edição, o projeto tem como tema Temperos do Quintal e procura valorizar os ingredientes, especialmente ervas, especiarias e sementes, e a produção familiar.  A proposta da Restaurant Week é oferecer refeições a preços fixos e considerados acessíveis (R$ 43,90, o almoço, e R$ 54,90, o jantar), divididas em entrada, prato principal e sobremesa.

“A primeira edição da Restaurant Week no Brasil aconteceu em 2007. Não por acaso, continua deslanchando no país, a exemplo de Salvador, prestigiando principalmente as áreas de gastronomia e turismo”, diz o responsável pelo festival no Brasil, Fernando Reis. “Os resultados ligados ao consumo, rentabilidade do comércio e movimento da cidade se mantiveram com sucesso, sem deixar a desejar”.

O Rio Vermelho, bairro mais boêmio de Salvador, abriga boa parte dos estabelecimentos do projeto. Há restaurantes para todos os gostos na região, mas os que fazem parte da promoção são, principalmente, os especializados em comida contemporânea, como  a  Confraria das Ostras, o Salvador Dali e o Solar, além dos pratos mediterrâneos do Blue Praia e do Sagaz. A área é bem servida também de italianos – Bottino, Cantina Du Vini, Isola dei Sapori e a pizzaria Le Pettine, esta situada diante do mirante do Rio Vermelho –, enquanto os apreciadores de um prato japonês podem escolher o Kophai.
Na Barra, um dos principais pontos turísticos da cidade, o cardápio da SRW é mais variado. Na orla do Farol, com bela vista para a praia, o tradicional Barravento oferece comida mediterrânea, enquanto o Veleiro, do Yacht Club, também à beira-mar, prima pela culinária internacional.  Há ainda contemporâneos (Du Chef, Marmitaria Light e Gourmet, Pereira), italianos (Alfredo di Roma) e o brasileiro Pitaia Casual Food.   O Santa Verde aposta em pratos criativos. Já quem prefere o bom churrasco pode optar pelo Carvão.

O roteiro gastronômico passa também pela Avenida Contorno, às margens da Baía de Todos-os-Santos, onde se pode apreciar a vista do mar, degustando um menu japonês no Soho da Marina ou uma comida contemporânea no Café do Forte. Subindo o Elevador Lacerda, se chega ao Adamastor do Fera Palace, na Rua Chile, com cardápio também contemporâneo.

Às margens do Dique do Tororó e nas proximidades da Arena Fonte Nova, o turista pode desfrutar de uma bela vista enquanto consome um prato italiano na Cantina do Cheiro. Quem for visitar a Igreja do Bonfim, na Cidade Baixa, pode aproveitar para conferir o sabor contemporâneo do Restaurante Casa do Chef, situado nas redondezas.

Itapuã, o bairro mais famoso da Bahia, é contemplado no tour gastronômico da Restaurant Week com os pratos brasileiros típicos do Pedra Puã e com a carne argentina da Parrita do Farol, este, como o nome indica, perto do Farol de Itapuã.  Para fechar o roteiro, seguindo na direção de Stella Maris, se chega ao imponente Cathedrall, verdadeiro templo da comida contemporânea. O detalhe é que, quem consome o menu completo da Salvador Restaurant Week, colabora também com o  Hospital Martagão Gesteira.

Repórter: Eduardo Bastos

Ao som de violão e muita dança cultural a noite foi cheia de aplausos.


Com apoio da Secretaria da Cultura e Secretaria do Desenvolvimento social do Município de Nazaré. Secretaria da Cultura do município de Santo Antônio de Jesus e o comercio lojista da cidade de Nazaré e outros colaboradores. A comissão executora do Pérolas Negras agradeceu a todos pela parceria cultural e disse que assim é possível realizar eventos culturais e fortalecer expectativas, fantasias e sonhos na vida dos seus participantes. Dessa forma o fundador e produtor Carlos Alberto Cerqueira de Andrade funcionário público Estadual conhecido na mídia artística por Adão Andrade fundador do Concurso Pérolas Negras e Multirracial na Bahia.

Adão Andrade considera que com o apoio de todos é possível fazer cultura nesse país, muito obrigado Nazaré, obrigado a todos que colaboraram direto e indiretamente a todo público que além de comprarem ingresso ainda se comportaram com paciência contribuindo muito com seus aplausos, não só eu mais todos os candidatos participantes e artistas que participaram também agradece pela energia recebida, entendemos que o calor humano nessas horas significa tudo.


E quem meteu dança neste evento foram os grupos:
Eletroboys, The Black e Ballet do Futuro.

Vencedores da noite
Casal Pérolas Negras - Miss e Mister: Ana Galvão e Cristane
Casal Multirracial - Miss e Mister: Jéssica e Elias
Casal Simpatia: Gabriela e Igor 
Casal Revelação: Julliana e Edson 
Melhor Corpo Masculino: Janilton
Observação: Não houve eleição para o melhor corpo Feminino. 

Além de todos os modelos inscritos que foram protagonistas, o evento contou ainda com as presenças ilustres de miss e mister vencedores de outros concursos Baiano.

Para Ana Galvão ela que foi a vencedora deste ano e foi coroada Miss Pérola Negra, vai representar e concorrer no Miss Estadual em setembro disse que ficou feliz com o resultado e orgulhosa de ser a Pérola Negra da Cidade, Ana considera o evento bem representativo aos negros, ela entrou na competição acreditando mais não achava que iria ganhar, ela considerava a concorrência esse ano mais competitiva pelo fato de ter menos candidatas, e classificou os júris como bem detalhistas entretanto Ana disse estar feliz com o resultado.

Levando em conta as explosões de alegria de quem ganhou e o silêncio de quem perdeu deu para sentir que a comissão julgadora, também foram aplaudidas, e com sua elegância cultural Adão Andrade fechou o evento dizendo obrigado a todos, obrigado Nazaré e até o 1º de Novembro 2018.

Veja mais fotos do evento > Os Bastidores >  O Evento > #perolasnegras.