Bahiatursa quer transformar o São João da Bahia em festa nacional Dia Nacional das Artes na Bahia ~ Vai Bahia

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Foto: Jéssica Mareah
Duas coisas que não faltam na Bahia principalmente no pelourinho, são Artes e Artistas, numa Viagem Terapêutica pelo centro histórico de Salvador ladeado com a bela companhia de Maria, chegamos ao Pelourinho e fomos logo conversar com o primeiro artista:

Como o senhor se sente hoje no dia nacional das artes produzindo isso ai?
Eu faço isso todo dia e nem me lembrava que hoje era dia das artes rsrs,
Me conta ai como funciona, primeiro o senhor olha a foto desenha e vai pintando como é?
Eu não tiro foto não já tá todo na minha mente olho o lugar e depois vou fazendo assim mesmo.
Quando o Senhor pinta uma tela assim com tanto carinho e vende para outros pais o que sente com isso?
É uma honra para qualquer artista simples como eu, uma sensação de um deve comprido. Vela algumas fotos do pelourinho

O pelourinho era um instrumento de punição legal utilizado pelos portugueses em todas as cidades do Brasil. Era um poste de madeira ou de pedra, com argolas de ferro, erguido em praça pública, onde os infratores da lei eram amarrados e chicoteados.
O pelourinho de Salvador foi instalado no século 16, com a fundação da cidade. Inicialmente, localizava-se na Praça Municipal (atual Praça Thomé de Souza). Foi transferido depois para o Terreiro de Jesus e, com o protesto dos jesuítas, transferido para um local após as Portas de São bento, como indicado no Prospecto de Caldas. Em 1807, foi instalado no atual Largo do Pelourinho, até que esse tipo de punição fosse extinto, cerca de 30 anos depois.
O Largo do Pelourinho e suas redondezas abriga um grande número de casarões e igrejas dos séculos 17 e 18. Alguns são hoje instalações de museus, centros culturais e restaurantes. 
Veja o pelourinho de 1850

0 comentários: