Bahiatursa quer transformar o São João da Bahia em festa nacional Paraíso escondido na capital, Ilha dos Frades encanta pela beleza e história ~ Vai Bahia

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Local fica praticamente no centro da Baía de Todos-os-Santos, em Salvador.
Praias, paisagens, culinária e arquitetura histórica garantem o sucesso da ilha.


Maiana BeloDo G1 BA
Vista da Ilha dos Frades a partir do local onde fica a Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Foto: Maiana Belo/G1 BA)
Do alto da igreja de Nossa Senhora de Guadalupe é possível ver as águas tranquilas que cercam a Ilha dos Frades, localizada quase no centro da Baía de Todos-os-Santos. Rodeado por Mata Atlântica, o pequeno paraíso, que possui oito quilômetros de extensão, ocupa um território que lembra o formato de uma estrela de 15 pontas. Em cada uma delas fica uma praia.
Para quem vai até lá utilizando os barcos que partem diariamente, às 9h, do Terminal Náutico do bairro do Comércio, em Salvador, uma das primeiras imagens da viagem é a do Forte São Marcelo, no meio da Baía de Todos-os-Santos. O monumento histórico, turístico e arquitetônico da Bahia possui um formato quase circular. No século XIX, o forte foi o local de prisão do general Bento Gonçalves, durante a Revolução Farroupilha.
Forte São Marcelo, na Baía de Todos os Santos, em Salvador. (Foto: Maiana Belo/G1 BA)Forte São Marcelo, na Baía de Todos os Santos,
em Salvador. (Foto: Maiana Belo/G1 BA)
A chegada na Ilha dos Frades, para quem partiu do Terminal Náutico do Comércio, é pela praia de Nossa Senhora de Guadalupe. A ilha possui ainda outras três praias que são muito visitadas pelos turistas: Loreto, Viração e Paramana.
A praia do Loreto possui mar calmo e águas transparentes, em meio à vasta mata, e onde fica a Igreja de mesmo nome. Na praia da Viração, também de águas claras e cercada de vegetação densa, o destaque são os arrecifes. Em Paramana, o grande atrativo é o pequeno vilarejo de pescadores.
Já praia de Nossa Senhora de Guadalupe é bastante conhecida pela culinária, principalmente pelos peixes, lagostas e camarões. Antônio Moreira, 58 anos, que é pescador e dono de uma barraca na praia, conta sobre a preferência dos turistas.
Lagosta e camarão são algusn dos pratos servidos na Ilha dos Frades.  (Foto: Maiana Belo/G1 BA)Lagosta e camarão são alguns dos pratos servidos
na Ilha dos Frades. (Foto: Maiana Belo/G1 BA)
"Eles prefrem peixe frito, mas camarão sai bastante também, e lagosta acho que é o terceiro prato mais pedido. Se quiserem, a gente vende até a unidade da lagosta", explica.
A praia de Nossa Senhora de Guadalupe ainda não possui uma ponte para desembarque dos visitantes, por isso o público que chega ao local é transportado até a terra firme praia através de um bote. Como as águas são tranquilas, muitos dispensam o bote vão nadando até à praia.
As pessoas geralmente passam o dia na ilha e vão embora ao anoitecer, mas aqueles que querem dormir no local podem encontrar pequenas pousadas, que oferecem café da manhã. A dona da pousada Janaína, Conceição de Jesus, de 56 anos, está ampliando o imóvel para que possa acomodar mais turistas.
Pousada Janaína em cosntrução na Ilha dos Frades. (Foto: Maiana Belo / G1 BA)Pousada Janaína em cosntrução na Ilha dos
Frades. (Foto: Maiana Belo / G1 BA)
"Antes ela era pequenininha, mas agora estamos reformando e serão cinco quartos. Vou cuidar de tudo junto com uma menina que vou contratar, e a diária vai custar R$70, com café da manhã", revela.
Outra caracaterística forte da Ilha dos Frades é a religiosidade, herança da ocupação jesuíta, e que se evidencia nas suas duas igrejas: Nossa Senhora do Loreto e Nossa Senhora de Guadalupe, ambas do século XVII.
Giovana Maia de Jesus, de 46 anos, mora na Ilha há 26 anos e tem uma ligação direta com um dos templos religiosos. Ela é quem faz a limpeza da igreja de Nossa Senhora de Guadalupe e, com o dinheiro que ganha, sustenta três filhas. Giovana conta que não pretende ir embora da ilha.
"Fico aqui de cima olhando toda essa beleza. Fico só admirando. Isso tudo é maravilhoso, me dá energia para viver", conta em tom de alegria.
Giovana Maia de Jesus, de 46 anos, mora na Ilha há 26 anos e faz a limpeza da igreja de Nossa Senhora de Guadalupe. (Foto: Maiana Belo / G1 BA)Giovana Maia de Jesus, de 46 anos, mora na Ilha há 26 anos e faz a limpeza da igreja de Nossa Senhora de Guadalupe. (Foto: Maiana Belo / G1 BA)
Antônio Moreira, morador da Ilha dos Frades, na Bahia. (Foto: Maiana Belo/G1 BA)Antônio Moreira, morador da Ilha dos Frades, na Bahia. Ele pesca e é dono de uma barraca de praia na ilha. (Foto: Maiana Belo/G1 BA)
Ponte em construção na Ilha dos Frades. (Foto: Maiana Belo/G1 BA)Ponte em construção para desembarque de pessoas na Ilha dos Frades. (Foto: Maiana Belo/G1 BA)
  •  
Vale esta!!!!Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe, na Ilha dos Frades, na Bahia. (Foto: Maiana Belo/G1 BA)Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe, na Ilha dos Frades, na Bahia. (Foto: Maiana Belo/G1 BA)Parte interna da Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe, na Ilha dos Frades. (Foto: Maiana Belo/G1 BA)Parte interna da Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe, na Ilha dos Frades. (Foto: Maiana Belo/G1 BA)

0 comentários: