Bahiatursa quer transformar o São João da Bahia em festa nacional Bahia de Todas AS Cores ~ Vai Bahia

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Salvador é a cidade mais negra fora do continente africano. Segundo o IBGE, 80% da população é composta por descendentes de africanos, oriundos de várias tribos e reinos, que aqui chegaram escravizados. Misturados aos elementos da cultura indígena e européia, a herança trazida pelas diversas etnias africanas transformou a Bahia num lugar particularmente mágico. Aliado às belezas naturais, esse caldeirão cultural é, sem dúvida, a principal atração turística do estado.Por estarem concentrados em áreas geográficas amplas e distintas, essa grande diversidade de atrativos turísticos estão divididos em circuitos e roteiros. (Foto-Rita-Barreto)
Intinerário 1 – Centro Histórico
9h – City tour no Centro Histórico / Pelourinho, Praça Municipal (local onde foi erguida a antiga cidade fortaleza), Santa Casa da Misericórdia, Cruz Caída, Museu Afro-Brasileiro, Terreiro de Jesus, Igreja de São Francisco, diversas lojas e ateliês de moda afro, na Rua das Laranjeiras. Igreja do Rosário dos Pretos, Museu Abelardo Rodrigues, Fundação Casa de Jorge Amado, Forte de Santo Antônio Além do Carmo (local onde funciona o Forte da Capoeira). Sugestão de almoço no centro da cidade, onde se encontram diversas opções de restaurantes típicos e tradicionais da Bahia, frequentados por intelectuais e artistas da terra.
Intinerário 2 – Subúrbio Ferroviário 
9h – Saída para a Estação da Calçada para pegar o trem rumo a Plataforma, passando pelas belas paisagens das praias do Subúrbio Ferroviário. Retorno de escuna para a Ribeira. Parada para almoço em um dos muitos restaurantes que ficam localizados à beira-mar.
Intinerário 3 – Cidade Baixa 
9h – Deslocamento para a Feira de São Joaquim. De lá seguiremos para a Igreja do Bonfim e a Ponta do Humaitá, em Monte Serrat. Parada para o almoço no local, onde existem várias barracas de praia e restaurantes especializados em frutos-do-mar. Após o almoço, saída para o Mercado Modelo, com tempo para compras. Fechando a programação do dia, vamos apreciar o pôr-do-sol no Solar do Unhão, onde fica o Museu de Arte Moderna (MAM).

Intinerário 4 – Federação 

9h – Visita à Igreja de São Lázaro, no bairro da Federação. Neste bairro estão localizados diversos terreiros, como o do Gantois e o da Casa Branca (Vasco da Gama). Na sequência, parada no Dique do Tororó, onde estão expostas grandes esculturas dos orixás. Parada para o almoço. No entorno do Dique existem vários restaurantes especializados em culinária regional da Bahia.
Intinerário 5 – Pelourinho 
Café da manhã no Museu da Gastronomia Baiana, do SENAC – Pelourinho, com visita orientada. Parada para o almoço no próprio Pelourinho. À tarde, passeio de escuna, na Baía de Todos-os-Santos. bahia.com.br

0 comentários: